Café-Debate: Energia em Pauta - Sessão de 19 outubro 2016 - Alcantaro Lemes Rodrigues

CAFÉ-DEBATE: ENERGIA EM PAUTA

O Ciclo Café-Debate: Energia em Pauta tem por objetivo criar um espaço de reflexão que envolva todos os docentes e alunos do IEE, principalmente do PPGE, para analisar questões atuais referente a temática energética, suas formas de produção, distribuição, comercialização e consumo, além de aspectos relacionados com a gestão e regulação, planejamento energético, formulação de políticas públicas e relações com o ambiente e apropriação social da energia.

Sessão de 19 de outubro de 2016 - sala da ANP - 14h00
Palestra: 
Informações macroclimáticas aplicadas para a previsão de vazões
Palestrante : Dr. Alcantaro Lemes Rodrigues, IEE/USP
Lattes: http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4704156E4

Sinopse
As mudanças climáticas estão, a cada ano, se apresentando como um questão relevante e importante para a sociedade, tanto que os gestores de água e energia nos EUA e algumas partes do mundo pesquisam os fenômenos climáticos e os seus impactos, com o objetivo de melhorar as decisões na gestão dos recursos hídricos, tanto para os usos consuntivos como para geração de energia. 
No Brasil o Setor Elétrico Brasileiro (SEB), através do modelo de operação do sistema hidrotérmico, chamado NEWAVE, determina sua gestão e planejamento da expansão das usinas, e até a precificação do MWh de energia, através do chamado preço de liquidação de diferenças (PLD), porém o NEWAVE não possui nenhuma tratamento para as informações dos fenômenos macro-climáticos.
Neste contexto, vários estudos no mundo e no Brasil foram realizados. No Brasil, por exemplo a AES financiou um P&D Aneel, e estudos dos impactos das mudanças climáticas para o ano de 2050 foram realizados, porém os atuais sistemas utilizados no SEB continuam ignorando o clima, e carecem do entendimento de como o clima pode influenciar as vazões futuras nas usinas, para horizontes mais próximos como por exemplo 5 anos.
Com esta preocupação a tese de doutorado intitulada "Informações Macroclimaticas aplicadas para a previsão de vazões" procura lançar uma luz na possibilidade de haver esta relação entre clima e energia no Brasil, com o objetivo de melhorar a previsibilidade ou cenarização de vazões e energia, com a aplicação de informações macroclimáticas como variáveis exógenas.
O trabalho foca em elaborar um modelo paramétrico que tem como função calcular a oferta de energia para um período de cinco anos, e assim, obter modelos interpretáveis e com sentido climatológico para, dessa maneira, determinar o efeito causal do clima sobre a energia resultante das afluências.